sexta-feira, 15 de outubro de 2010

A Arte do Ator...

Estudando Roubine...





" O diretor deve agir como revelador do ator (...). Ele o impede de se fechar na comodidade do estereótipo interpretativo." (p. 69)

" O teatro é um jogo jogado a três: ator, diretor e espectador." (p. 67)

" O dom da metamorfose são de fato componentes essenciais da arte do ator." (p. 37)
"A interpretação deve ser um artesanato, uma ouriversaria." (p. 60)

" O sentimento de um ator cuja arte consiste num trabalho de composição metódico, quase artesanal, será, para o diretor, um instrumento mais regular, mais maleável, mais empenhado em se integrar numa concepção de conjunto." (p. 60)

"Para um ator, saber escutar é tão importante quanto saber fazer-se ouvir."(p. 64)

" A imprevisibilidade confere a arte do teatro seu sabor particular. Diante do público nada pode ser refeito. Tudo é irremediável (...) A beleza do teatro, como sua magia, é sua insegurança." (p. 66)

"Representar é, justamente, tornar 'presente' outra vez." (p. 34)


ROUBINE. Jean-Jacques. (2002). A Arte do Ator. Tradução Yan Michalski e Rosyane Trotta. Rio de Janeiro: Zahar.
----------------------------------------------------
Política:
Parece piada, mas não é!
Serra e gripe suína
Serra e a porcentagem

Foto: Internet, 2010.

4 comentários:

  1. Em clima de... volta às aulas!!!

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha de postagem!!!! Lindo!!!!! Genial!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Saudade de tu, Vinha...
    Aparece mais vezes!
    Obrigada pelo comentário!

    ResponderExcluir